entrevistas

bom, só faltam mais duas: Gerson Camata e Rogério Medeiros.

aqui agora vão as fotos das gravações feitas ontem com o jornalista Quincas Silva.

Viajamos até Pedra Azul para entrevistá-lo, mas valeu a pena, por que foi uma ótima entrevista.

continuamos com dificuldades de conseguir o Globo Repórter que foi exibido em 1976 sobre o Caso Araceli. Se alguém tiver uma influência dentro da Rede Globo (hehehe) e puder ajudar a gente, vamos agradecer eternamente! 

a casa da araceli

Hoje fomos procurar a rua Araceli Cabrera Crespo, que no tempo em que a menina Araceli morava lá, chamava-se Rua São Paulo.

Esta é a casa, um pouco modifcada, mas é a casa. O cara que mora nela, seu Aurélio, é uma pessoa muito simpática e foi para lá logo que a mãe de Araceli (Dona Lola) foi para Bolívia. O Carlinhos, irmão dela inclusive, morou lá com ele e com a mãe (do Aurélio) um tempo.

Ele acabou dando entrevista pra gente, contando o caso, mostrando o quarto da menina, foi bem legal. As imagens da rua ficaram ótimas, grande Malta! (câmera)

Aí vai uma foto da casa, e eu e Diego de "papagaio de pirata".casa araceli

 

mais uma...

 

 

O Aurélio contou pra gente que o pai de Araceli, seu Gabriel Sanchez, morreu há quase um ano, e que o irmão dela, Carlinhos, está no Canadá e é um grande amigo dele, mas não toca no assunto. Dona Lola continua viva na Bolívia, e até hoje é muito amiga da mãe do seu Aurélio.

semana cheia

gravação com os jornalistas Marien Calixte, Zé Maria Batista e Paulo Maia.

quarta gravação com Hésio Pessali e de tarde ida ao Bairro de Fátima para gravação.

quinta gravação com mais dois jornalistas.

sexta gravação com o Senador Gerson Camata e Paulo César Dutra.

mais news! só boas news!

estou tão eufórica com as duas boas notícias de hoje!

primeiro o jornalista Marien Calixte ligou e marcamos finalmente a gravação com ele! eu particularmente acho que ele vai contribuir muito para o nosso trabalho.

agora a melhor notícia que poderia receber nesse documentário: Carlos Alberto Luppi, jornalista que cobriu o Caso pela Folha de SP e escreveu um livro sobre o caso, que diga-se de passagem é muito vendido até hoje, vai dar entrevista pra gente!!! Daqui há duas semanas ele virá a Vitória e vamos entrevistá-lo.

Maravilha! Mais detalhes depois... semana que vem faremos 6 gravações, tenso!

se contarmos o que aconteceu ninguém acredita

momento para rir no blog:

acabei de chegar das gravações com o jornalista Paulo César Dutra, que aliás, é um cara muito simpático e muito nos ajudou e tem ajudado em nosso trabalho.

tudo correu muito bem, ele disse coisas interessantíssimas, mas... no final da gravação, quando chegamos embaixo do prédio dele, Malta (nossa câmera) avisa que a lapela estava sem pilha!!! (nós esquecemos) Só que ele só reparou isso no final, ou seja, gravar tudo de novo outro dia... não colocarei um palavrão de revolta aqui para não ofender que lê este blog.

Pelo menos serviu para não errarmos mais, por que agora, não esqueceremos desse detalhe nunca.

news 2

hoje marcamos a gravação com o jornalista Paulo César Dutra para quinta de manhã, então já teremos fotos semana que vem.

sexta também temos gravação com o Senador Gerson Camata, então mais fotos.

estamos tentando conseguir o globo repórter exibido em 1976 sobre o caso, para ajudar no arquivo de imagens do documentário, mas está meio complicado. o diretor do globo repórter disse que ia tentar ajudar a gente, mas ele não tem tanto poder assim, uma vez que todos os arquivos da globo não ficam nos próprios programas, e sim num departamento chamado CEDOC.

se alguém tiver um contato lá e puder ajudar a gente, agradecemos bastante!

news

Conversei com o Senador Gerson Camata agora e ele com certeza ajudará muito no documentário. Marquei entrevista com ele para o dia 16 de setembro. Ele contou que foi o último jornalista a entrevistar Lola Crespo, mãe de Araceli, e que ele foi até Santa Cruz de La Sierra para fazer isso. Muito legal.

Resolvemos também tentar entrar em contato novamente com Paulo Helal, um dos suspeitos. Não seremos chatos de insistir, mas mais uma vez vamos tentar sim. Descobri que um amigo do meu pai o conhece e ele vai conversar com o Paulo, explicando toda nossa situação e falando que não temos interesse em julgá-lo. Vamos ver no que dá...

Hoje também entrei em contato com o Centro de Documentação da Rede Globo _ CEDOC pra conseguir uma cópia do Globo Repórter de 1976 sobre o caso. Já tinha conversado com o diretor do Globo Repórter sobre o assunto e ele disse que tentará nos ajudar. tomara...

LEMBRAR
amanhã ligaremos para o Senador Gerson Camata e talvez vamos encontrá-lo amanhã mesmo. vamos saber se será útil.
mudando de opinião? não!

quando começamos a ter interesse por esse assunto, foi pela impunidade e o que aconteceu com toda investigação deste caso que até hoje não foi desvendado.

nós "tinhamos certeza" de quem eram os assassinos e ficávamos revoltados com todas as histórias dos livros que lemos, mas tudo muda quando começamos a entrevistar as pessoas.

os jornalistas nos falam tudo ao contrário... "a única certeza que tenho é que as 'famílias ricas' não tiveram nenhum envolvimento com o crime". eles alegam que a polícia gostava de colocar gente de nome em páginas políciais...

e assim nós ficamos sem saber em quem acerditrar... vocês, acreditam nessa história ou continuam achando que foram "dois playboys" da alta sociedade de Vitória que mataram a linda menina Araceli????

levamos um não finalmente

ligamos anteontem para um dos suspeitos no crime, Paulo Helal, e como era de se prever, ele desligou o tel na nossa cara.

infelizmente aconteceu, por que gostaríamos muito de conversar com ele, afinal, não temos o objetivo de culpá-lo ou fazer perguntas incovenientes, nós até íamos explicar isso pra ele, mas nem deu tempo, ele desligou o telefone antes.

fala com ele seria importantíssimo pra gente, mas deixa pra lá...

foto: Clá Mussi

Foto do primeiro dia de gravação também, na entrevista com o simpático jornalista Pedro Maia.

Na foto: Rafael Malta, Tatiana Beling, Diego Peruch.

Na faculdade que estudamos não é muito fácil pegar digital não... é uma concorrência que só vendo, mas na semana depois do feriado, de 13 a 16/09, ela é todinha nossa! Então vamos gravar bastante e vamos colocar umas fotos das próximas gravações.

e hoje?

ontem ligamos pra o Senador Gerson Camata para marcar de vez a entrevista. Ele já estava começando sua carreira política na época, mas foi radialista também, acho que vai ajudar bem.

Hoje fomos na casa do Cariê (e que casão né!), dono da Rede Gazeta de Comunicação (retransmissora da Rede Globo), mas ele não falou muito, muitas coisas que perguntamos ele dizia que não lembrava, acho que infelizmente não será muito interessante gravar com ele. Mesmo assim valeu! 

coisas desse povinho do jurídico
Anteontem entramos em contato com um juíz, um juíz não muito simpático, digamos grosso e ameaçador, que prefiro não citar o nome. Eu liguei e ele começou com uns papos "vocês estão falando de um assunto muito grave" ou "eu quero antes de gravar qualquer coisa conversar só com você e seu amigo sobre isso, sem mais ninguém, só nós", sempre num tom ameaçador (coisa de quem faz direito, etâ povo metido a besta, com poucas exceções claro). Quando cismou que eu tava gravando a conversa pelo telefone ele ainda começou a gritar comigo, só que a coitada aqui nem tinha pensado nessa posibilidade. Pois bem...
foto: Clá Mussi

Foto: Clá Mussi

 

Foto do primeiro dia de gravação. O entrevistado foi Pedro Maia, jornalista há 40 anos que trabalhava no jornal O Diário na época. Pedro contou um pouco sobre o caso e falou dos erros da investigação, e de como ele cobria o caso.

Foto de 29/08/2005

Crédito: Clá Mussi

Câmera: Rafael Malta

Na foto: Pedro Maia, Diego Peruch, Tatiana Ferreira e Rafael Malta.

O caso também tem uma comunidade no orkut:

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=985096

[ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, VITORIA, Mulher, de 20 a 25 anos, Portuguese, Cinema e vídeo, Arte e cultura, Livros